DEMOCRATIZAÇÃO, SOCIEDADE CIVIL E CULTURA POLÍTICA: aproximações entre o Brasil e a África lusófona

DEMOCRATIZAÇÃO, SOCIEDADE CIVIL E CULTURA POLÍTICA – aproximações entre o Brasil e a África lusófona

Resumo: Neste artigo propomos uma aproximação da produção teórica de países da África (lusófonos) sobre o problema da democratização, centrado nos conceitos de sociedade civil e de cultura política. Para tanto partimos de uma revisão da literatura recente sobre o tema da democracia, com ênfase nas novas abordagens que privilegiam a análise da prática democrática na vida cotidiana. Partimos do pressuposto de que a transposição de conceitos produzidos em determinados contextos nacionais (Europa e Estados Unidos) exige um esforço de reelaboração teórica quando aplicados a outros contextos (África e Brasil, por exemplo).

 

Eliane Veras Soares possui Licenciatura em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília (1986), Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília (1990), mestrado em Sociologia pela Universidade de Brasília (1993), doutorado em Sociologia pela Universidade de Brasília (1998) e doutorado em Doutorado Sanduíche pela Universidade de Genebra (1997). Atualmente é Professora Associada III da Universidade Federal de Pernambuco, atuando no Departamento de Sociologia e no Programa de Pós-Graduação em Sociologia. Tem experiência na área de Sociologia, com ênfase em Pensamento Social no Brasil. No momento realiza pesquisa sobre os países africanos de língua portuguesa com ênfase no pensamento social e na literatura, tendo desenvolvido projeto de Pós-doutoramento no Centro de Estudos Africanos do ISCTE-IUL (2011-2012). É líder do Grupo de Pesquisa Sociedade Brasileira Contemporânea: Cultura, Democracia e Pensamento Social. Foi Secretária Adjunta da Associação Latino Americana de Sociologia – ALAS de setembro de 2009 a março de 2010. Coordenou o Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco de setembro de 2014 a agosto de 2016. É fundadora e atual Coordenadora do Instituto de Estudos da África – IEAF-UFPE. (Texto informado pelo autor)

 

Remo Mutzenberg Mestre e doutor em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco. Atualmente é professor associado do Departamento de Ciências Sociais e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pernambuco. Ministra disciplinas na área de metodologia e desenvolve pesquisa na área da Sociologia Política, com ênfase nos seguintes temas: discurso, sociedade civil, movimentos sociais, democracia e cidadania. Participa do Grupo de Pesquisa “Pós-estruturalismo, política e construção de identidades” e é líder do Grupo “Sociedade Brasileira Contemporânea: cultura, democracia e pensamento social” o qual está realizando uma pesquisa sobre o debate contemporâneo acerca dos processos de democratização e as formas assumidas em países africanos de língua portuguesa ? notadamente Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique ? em torno do problema da democratização, centrado nos conceitos de sociedade civil e de cultura política e seu confronto com a produção de autores brasileiros sobre esses temas . (Texto informado pelo autor)

 

Palavras-chave: Democratização. Sociedade civil. Cultura política. Brasil. África

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s