Chamada para comunicações – III Conferência Internacional Ativismos em África 2021

Diante da atual pandemia covid19, que exige o cancelamento ou o adiamento dos diversos eventos, a comissão organizadora da III Conferência Internacional ATIVISMOS EM ÁFRICA 2021 (Recife, Brasil) está ciente dos desafios impostos pela crise sanitária e seus efeitos imprevistos efeitos em um futuro próximo. Levando em consideração a incerteza do retorno às universidades em condições seguras e a normalização do tráfego aéreo global, a comissão organizadora decidiu converter a III Conferência Internacional ATIVISMOS EM ÁFRICA 2021 em uma eConferência (Conferência Virtual).

A reorganização da conferência vai impor vários desafios aos participantes, acadêmicos, palestrantes e ao comitê organizador. Mas esse novo modelo de eConferência vai enriquecer todo o evento, permitindo a participação de acadêmicos e ativistas que não poderiam viajar ao Brasil para apresentar seu trabalho e movimento. Face a esta nova realidade, a comissão organizadora decidiu adiar o prazo do call for papers para 31 de janeiro de 2021.

Convidamos acadêmicos e ativistas a participar desta conferência e enviar seus trabalhos ou entrar em contato com o comitê organizador para apresentar seu movimento ativista e suas lutas nestes tempos desafiadores da pandemia COVID19.

Call for papers: https://activismsinafrica21.wordpress.com/call-for-papers/

Confira a lista dos Painéis Temáticos:

01
Beyond social movements: African civil society between acting, limitations and challenges
Além dos movimentos sociais: A sociedade civil africana entre atuação, limites e desafios

02
Social Movements in urban space in Sub-Saharan Africa: typologies and challenges
Movimentos sociais no espaço urbano da África subsariana: tipologias e desafios

03
Popular protests, political opportunities and change in Africa

04
Activism in Africa in times of pandemic
O ativismo na África em tempos de pandemia

05
Civil Society, African/Afro-Brazilian Social Movements and Higher Education
Sociedade civil, movimentos sociais negro-africanos e ensino superior

06
1956-1958: A revolutionary period that changed Africa (and the world)

07
Decolonizing LGBTIQ Activism in Mozambique
Descolonizando o Ativismo LGBTIQ em Moçambique

08
Women, poitics of culture and social movements
Mulheres, política cultural e movimentos sociais em África e Brasil

09
Necropower in African Contexts: activism against extrivist megaprojects and struggles for citizenship and land
Necropoder em Contextos Africanos: os ativismos contra os megaprojetos extractivistas e as lutas por cidadania e pela terra

10
Sexualities in African contexts and their political demands
Sexualidades em contextos africanos e suas reivindicações políticas

11
Activism and Human Rights in Sub-Saharan Africa
Activism and Human Rights in Sub-Saharan Africa

12
Displacement as Activism: Resistance against slavery and mobile struggles for equality in West Africa and the Diaspora

13
Affirmative policies and the protagonism of black movements: challenges in the education of ethnic-racial relations in the Brazil/Africa dialogue
Políticas afirmativas e o protagonismo dos movimentos negros: desafios no campo da educação das relações étnico-raciais no diálogo Brasil/África

14
Counter-colonial Feminisms, Dissident Gender Movements and Human Rights Activisms: An Africa-South American Dialogue
Feminismos contra-coloniais, movimentos sexo-gênero dissidentes e ativismos pelos direitos humanos: Um diálogo África-América do Sul

15
Racialized female bodies: White hegemony and insurgencies in Africa and the Diasporas
Corpos femininos racializados: hegemonia branca e insurgências em África e nas Diásporas

16
(Dis)Lusotropicalization of thought: Portugal/Africa activism
(Des)lusotropicalização do pensamento: ativismo Portugal/África

17
Digital tools, technological artifacts, cyberactivism and social mobilizations in networks in global contexts
Ferramentas digitais, artefatos tecnológicos, ciberativismo e mobilizações sociais em redes em contextos globais

18
Transnational Activisms, Education, History and African and Afro-Brazilian Culture

Ativismos Transnacionais, Educação, História e Cultura Africana e Afro-brasileira

19
Expressions of African-based religion: between deconstruction and reframing Eurocentric views
Expressões da religião de matriz africana: entre a desconstrução e ressignificação de visões eurocêntricas

20
The colonial past as a problem not closed in contemporary times. “Artivism” as a contribution to mental decolonization and as an intercultural possibility
O passado colonial como problema não encerrado na contemporaneidade. O “artivismo” enquanto contributo para a descolonização mental e como possibilidade intercultural

21
Lusophony, Periphery and Resistance: Contemporary voice and writing of African and Afrodescendant women
Lusofonia, Periferia e Resistência: a voz e escrita contemporânea de mulheres africanas e afrodescendentes

22
African and afrodiasporic artistic-cultural productions in anticolonial, decolonial and descolonial perspectives
Produções artístico-culturais africanas e afrodiaspóricas em perspectivas anticoloniais, descoloniais e decoloniais

23
Memory policies and discursive strategies in cinema
Políticas da memória e estratégias discursivas no cinema

24
African and Aphrodiasporic Cinemas: activism in contemporary contexts
Cinemas Africanos e Afrodiaspóricos: ativismos em contextos contemporâneos

25
Artists and culture in movements: experiences, trajectories and biographies
Artistas e cultura em movimentos: experiências, trajetórias e biografias

26
Aesthetic experiences and heritage among Afro-Atlantic activisms
Experiências estéticas e patrimônio entre ativismos afro-atlânticos

27
Sounds of Africa – activism, capillarity and resilience of African and Afro-diasporic musical arts
Sons da África – ativismos, capilaridades e resiliências das artes musicais africanas e afro-diaspóricas

28
Rap and Political Activism in Angola and Mozambique
Rap e ativismo político em Angola e Moçambique

29
Afro-Atlantic photographs and counter-colonial visualities
Fotografias afro-atlânticas e visualidades contracoloniais

30
Towards an agrarian transnationalism: agrarian and rural struggles within ‘non-Imperial South
Por um transnacionalismo agrário: lutas agrárias e rurais no ‘Sul não imperial’

31
New Social Movements, Politics and Youth Protagonism
Novos Movimentos Sociais, Política e Protagonismo Juvenil

32
Questões e desafios metodológicos na investigação sobre activismo

33
Transnational LGBTI activism in a changing Africa: local and transnational strategies

34
Questioning activism: the theoretical framework proposals based on experiences of activists from African countries
Problematizando o activismo: as propostas do quadro teórico a partir de experiências de activistas dos países africanos

35
Weaving antiracist networks: activisms, narratives and counter-colonization
Tecendo redes antirracistas: ativismos, narrativas e contracolonização

36
Networks of Knowledge Building: the role of militant and academic feminisms
Redes de Construção de Saberes: o papel dos feminismos acadêmicos e militantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s